sábado, 10 de maio de 2014

RETALHOS DE POESIA..

Você fica em minha vida
Como um poema inacabado
Como um sonho dourado
Como a Sinfonia
Ternura e magia
Beleza não finda
Porque soube ser começo
Mas não fim
Renascerá sempre
Dentro de mim...

Você fica e eu sigo
Não sei se consigo
Ou você segue e eu fico
Sempre desencontrados
Por um oceano separados
Um começo
Um caminho
Um segue na contra mão
O outro a direção.

E o fogo que arde aqui dentro
Magoa a mulher
Queimando a alma
Matando os desejos
Na pele o calor do sol
Na boca o sabor do beijo
Se apagando aos poucos
Insanos e loucos
Perto e distantes

Não acho poesia
Para terminar você!
Ai!...
Como isso dói
De não saber construir um fim!
Nem saber recomeçar
Não sei se ficas sem mim
Nem se um dia vai voltar

E você fica assim
Como reticências
No fim de um poema.

E eu, desiludida
Sigo a vida
Com esse amargo na boca
Por não saber ter tido
A rima final.

E assim nos tornamos
Retalhos de poesia...!

Tereza Maria Caarneiro em parceria com Victor Carlos

2 comentários:

Seja bem vindo(a)